3 Mg – Gingaestética foi um trabalho construído a partir do conceito de abrigo das favelas brasileiras. Fragmentos de imagens arranjadas proporcionavam uma “edição” que fazia referência de todo tipo e qualidade de escolhas, utilizando o recurso do vídeo como investigação coreográfica. Pesquisando conceitos como “Labirinto”, “Fragmento”, “Rizoma” e cruzando com informações e características da realidade brasileira, revelava-se no corpo um autoral entendimento de “ginga”. O corpo que se apresentava nessa dança era construído a partir da des-padronização de movimentos. Um corpo associado à idéia de luta pela sobrevivência e realidade precária do brasileiro. Adotou como referência teórica o livro da arquiteta e urbanista Paola Berenstaein Jaques: “A estética da Ginga” e o estudo das obras e do artista Hélio Oiticica. 3 Mg estreou em Manhathan, Nova Iorque; foi selecionado para a Mostra de Novos Coreógrafos do SESC – SP, apresentou-se no FABBRICA EUROPA  em Firenze/Itália, no FID Festival Internacional de Dança de Belo Horizonte/2008, entre outros importantes eventos da dança.

 

photos by duo foto&grafia and gil grossi